Sistema de Informações Agrometeorológicas

O planejamento e a gestão dos recursos naturais, nos dias hoje, são de fundamental importância para se alcançar a sustentabilidade dos empreendimentos econômicos. Dentro desta perspectiva integrada, o conhecimento das condições de tempo e clima tornam-se imperativo para o planejamento a curto, médio e longo prazo, não só para o agronegócio, mas para todo o setor produtivo e as comunidades em geral. Antigamente, o uso das informações meteorológicas serviram de auxílio para caracterizar as diferenças climáticas no território capixaba, resumida na Carta Agroclimática do Espírito Santo, elaborada em 1986 por pesquisadores da antiga Empresa Capixaba de Pesquisa Agropecuária (Emcapa).

Valendo-se de sua capilaridade em todo o Estado, o Incaper criou em 2005 o Sistema de Informações Agrometeorológicas - SIAG, tendo como objetivo fornecer informações meteorológicas e climáticas aos produtores rurais. Por meio desse sistema, boletins agrometeorológicos passaram a ser disponibilizados diariamente, permitindo que os usuários do sistema tenham acesso às informações geradas na rede de observação meteorológica instalada em alguns municípios do Espírito Santo.

Em dezembro de 2008, apoiado com recursos financeiros das agências financiadoras de pesquisa, quais sejam: a Financiadora de Estudos e Projetos - Finep; o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico CNPq; a Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo - Fapes; o Ministério da Ciência e Tecnologia - MCT e com o apoio institucional da Sociedade Brasileira de Meteorologia - SBMET, o Incaper promoveu uma reestruturação do SIAG, permitindo que se implementasse a previsão do tempo e do clima, além da emissão de avisos meteorológicos especiais para todo o Estado. Nascia então o Centro Capixaba de Meteorologia e Recursos Hídricos CECAM.

Desde então, o Incaper, por meio do CECAM, passou a contar com uma moderna rede de observações meteorológicas de entidades municipais, estaduais e federais que fornecem, em sua maioria, dados horários além de utilizar outras ferramentas que auxiliam na elaboração da previsão do tempo, como: Imagens de Satélites, RADAR meteorológico, modelagem numérica computacional e outros.

Essas informações são processados e disponibilizadas ao público em geral pelos diversos meios de comunicação do Incaper. Os avisos meteorológicos de tempo severo, quando necessários, são encaminhados para a Defesa Civil Estadual e amplamente divulgado para os demais usuários através da página do Incaper na internet, com o objetivo de minimizar os impactos provocados por fenômenos meteorológicos extremos. Além disso, o produtor rural dispõe de um conjunto de informações importantes para fazer o uso racional da água, energia e de insumos agrícolas, proporcionando, assim, condições para uma agricultura sustentável.

Para consolidar a atuação da pesquisa aplicada nesta área, em 2012, foram admitidos ao quadro funcional do Incaper por meio de concurso público, os dois primeiros meteorologistas do Estado. No final de 2013, foram admitidos mais três meteorologistas para ampliar a capacidade de operação deste serviço.

Tópicos:
Meteorologia, clima

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard