10/10/2017 09h25 - Atualizado em 11/10/2017 09h16

Comunidade rural busca adotar práticas sustentáveis na cafeicultura na região Serrana do Estado

Foto: ELDR Itaguaçu
O dia de campo faz parte do projeto de Transferência de Tecnologias para a Sustentabilidade da Cafeicultura, firmado entre o instituto e a CBP&D/Café.

Um dia de campo sobre a utilização de "Boas Práticas Agrícolas" para a produção sustentável de café arábica reuniu mais de 70 pessoas na propriedade do senhor Geraldo Arnholz, localizada na comunidade de Alto Sobreiro, em Itaguaçu, na região Serrana do Estado.

O dia de campo é fruto de uma parceria entre o Escritório Local de Desenvolvimento Rural (ELDR) do Incaper, juntamente com a empresa Interagrícola - atua no mercado de cafés sustentáveis com o apoio do Consórcio Café. Tal iniciativa faz parte do projeto de Transferência de Tecnologias para a Sustentabilidade da Cafeicultura, firmado entre o instituto e a CBP&D/Café.

O conteúdo foi dividido em três estações, ministradas por extensionistas do Incaper. Na primeira delas, Cesar Abel Kroling, lotado em Marechal Floriano, abordou questões a respeito da nutrição do cafeeiro; na segunda estação, as tecnologias para a produção de cafés especiais foram apresentadas por Fabiano Tristão, lotado em Brejetuba; e por fim, mais explicações sobre a adequação socioambiental das propriedades cafeeiras, por Cassio Souza, lotado em Guarapari.

Segundo o responsável pelo projeto, o extensionista do Incaper Lucio Herzog De Muner, a agenda da sustentabilidade da cafeicultura é de grande importância no cenário mundial. “O nosso maior objetivo é implementar as ações de sustentabilidade da cafeicultura capixaba, em 350 propriedades rurais de arábica e conilon que serão referências nos municípios. Trata-se, portanto, de um planejamento produtivo com a disponibilização de tecnologias sustentáveis do ponto de vista econômico, social e ambiental nas propriedades visando à implantação do Currículo de Sustentabilidade do Café”, explicou Lúcio.

O Currículo (CSC) – uma das ações da Global Coffee Platform (GCP) – consiste em um conjunto de normas e pontos comuns para produzir café com qualidade e sustentabilidade no Brasil e no mundo. Trata-se de uma das ações do Programa Café Sustentável, uma iniciativa público-privada pré-competitiva global que envolve parceiros da indústria e do comércio, governos, ONGs e instituições verificadoras e certificadoras de sustentabilidade.

De Muner reforçou que a comunidade tem se destacado na produção de cafés de qualidade superior, com a implementação do Currículo de Sustentabilidade. “Esse material foi construído através de um processo participativo e coletivo com alto grau de concordância e participação de 19 instituições e entre elas estão as instituições de assistência técnica e extensão rural, como é o caso do Incaper”, pontuou.

"O dia de campo foi sensacional. Foi mais uma oportunidade ímpar de discutirmos junto aos cafeicultores, os rumos para uma cafeicultura cada vez mais forte, competitiva e sobretudo sustentável. Eventos como este devem ser replicados para outras regiões do estado, para que o Incaper, juntamente com seus parceiros, possam de fato alavancar o setor cafeeiro, por meio dos trabalhos de pesquisa e ater, sob a ótica de construirmos na íntegra, uma cafeeicultura onde perdure a viabilidade econômica, o equilíbrio ambiental e a justiça social", reforçou Cássio Vinícius. 

O chefe do escritório local (ELDR) do Incaper de Itaguaçu, Joanir Gomes e o extensionista Antônio Mageski, afirmaram que o dia de campo cumpriu seu objetivo. Segundo eles, as tecnologias estão disponíveis para os cafeicultores do município, especialmente aqueles interessados em adequarem suas propriedades do ponto de vista da sustentabilidade. Itaguaçu possui aproximadamente 10 mil hectares de café, sendo 2 mil hectares de café arábica e 8 mil de conilon.

 

Assessoria de Comunicação do Incaper

Juliana Esteves - juliana.esteves@incaper.es.gov.br

Luciana Silvestre – luciana.silvestre@incaper.es.gov.br

Tatiana Caus – tatiana.souza@incaper.es.gov.br

Texto: Tatiana Caus

Tel.: (27) 3636-9865 / (27) 3636-9868

Twitter: @incaper

Facebook: Incaper

 

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard