Pecuária

O Espírito Santo possui uma área de 1,34 milhão de hectares de pastagens, ocupadas por um rebanho bovino de 2,29 milhões de cabeças (IBGE, 2014). A pecuária leiteira capixaba produz, anualmente, 500 mil toneladas de leite, com produção média de 4,1 litros/vaca/dia e valor bruto da produção de 481 milhões de reais/ano, enquanto a pecuária de corte produz 87 mil toneladas, em equivalente carcaça/ano, com valor bruto da produção de 697 milhões de reais/ano. Esses dois segmentos da pecuária juntos movimentam, anualmente, cerca de 1,178 bilhão de reais (Pedeag 3, 2015) e estão entre as três principais atividades com maior participação no valor bruto da produção agropecuária capixaba (13%).

A pecuária leiteira destaca-se por proporcionar renda mensal durante todo o ano para os produtores, o que favorece a permanência das famílias no meio rural. O leite, a carne e os seus derivados produzidos no Estado são, majoritariamente, destinados ao abastecimento do mercado consumidor interno (Pedeag 3, 2015) e envolvem juntos cerca de 32 mil produtores, sendo 18 mil de leite e 14 mil de corte. Outro importante setor no Estado é o de animais geneticamente superiores com aptidão para produção de leite e carne, os quais movimentam o mercado pecuário nas propriedades, em feiras, em leilões e em exposições agropecuárias.

A pecuária moderna tem como desafio conciliar o desenvolvimento rural sustentável e a preservação do meio ambiente, com o emprego racional dos recursos naturais e financeiros disponíveis nas unidades de produção. Neste processo, o papel do Incaper, como gerador de tecnologias e propagador de conhecimento para os pecuaristas capixabas é fundamental.

Diante disso, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura, Aquicultura, Abastecimento e Pesca (Seag) e do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), lançou em novembro de 2016 o Programa Capixaba de Bovinocultura Sustentável.

Cursos

Tecnologias

Programa Capixaba de Bovinocultura Sustentável

Vitrine de Forrageiras

Tópicos:
Pecuária

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard